Saídas Profissionais

Constituem saídas profissionais para os Mestres em Engenharia e Gestão de Sistemas de Informação:

  • Empresas de grande dimensão, onde a função Sistemas de Informação está bem identificada e formalizada e depende tipicamente de um administrador ao mais alto nível da cadeia de comando da organização (e.g., Chief Information Officer – CIO). O Mestre em Engenharia e Gestão de Sistemas de Informação integrará a função Sistemas de Informação, podendo mesmo liderá-la, assumindo o desempenho de atividades e responsabilidades compatíveis com a sua formação, o seu perfil e a sua experiência profissional
  • Empresas de pequena dimensão onde a função SI não é necessariamente autónoma, sendo as responsabilidades correspondentes assumidas por elementos da administração ou direção em combinação com outras responsabilidades (e.g., Financeira, Produção). Nestas organizações o Mestre em Engenharia e Gestão e Sistemas de Informação constitui-se como um elemento particularmente valioso dado apresentar uma boa preparação e sensibilização para a problemática da adoção e utilização das tecnologias da informação
  • Empresas de consultoria, podendo liderar ou integrar equipas de projeto onde desempenhe atividades e assuma responsabilidades compatíveis com a sua formação, o seu perfil e a sua experiência profissional
  • Empresas de desenvolvimento de software, onde pode assumir o papel de empreendedor e liderar atividades de inovação de produtos e serviços, bem como de gestão de projetos de desenvolvimento de software.

Para além destas saídas profissionais diretamente relacionadas com a formação científico-técnica proporcionada pelo Mestrado Integrado em Engenharia e Gestão de Sistemas de Informação, há inúmeras outras oportunidades onde as competências desenvolvidas no curso (e.g., capacidade de inquérito, raciocínio sistémico, autonomia, reflexão, liderança, comunicação) podem revelar-se úteis e diferenciadoras.